O Rio de verdade

Olá, pensei seriamente sobre esse post. 
As vezes acho que as pessoas só querem ver coisas lindas e bacanas nos blogs, mas como de vez em quando vejo assuntos diversos, como reclamações e até desabafos, penso que nem só de beleza se vive na blogsfera.
O Rio de Janeiro passou por uma semana punk, sinistra, ou sei lá que outro adjetivo possam querer dar.
Na primeira sexta-feira do mês, primeiro dia de março, aniversário da cidade, uma grande greve de ônibus infernizou a vida do carioca. E também do não carioca. Sim, porque nem todo mundo mora no Rio. Tem gente que apenas trabalha na cidade e sofreu da mesma forma.
Eu fui uma que não fui trabalhar. Simplesmente os 2 ônibus que eu pego para ir para a Barra da Tijuca (um deles de integração do metrô, tipo um expresso) não estavam circulando.
A lei determina que durante uma greve uma porcentagem fique rodando. Mas não é uma porcentagem de todas as linhas, e sim uma porcentagem do total. O que no meu ponto de vista não adianta muita coisa, concordam?
Pergunto para vocês, quem escolhe quais linhas vão funcionar? 
Quem tem do direito de dizer que essa ou aquela linha é mais importante?
E convenhamos, menos da metade do que deveria estar rodando, de fato estava, mas tem alguém fiscalizando? Imagino que não, apesar de dever ter, enfim......

Essas fotos são dos arredores da Central do Brasil, que tem condução (ônibus, trem e metrô) para quase todos os cantos da cidade (até os mais esquecidos).



  
A greve só terminou no domingo de tarde

Depois da greve, vieram fortes chuvas na terça feira dia 05/03. 
Tudo bem, tudo bem, é um fenômeno da natureza poderão dizer alguns. 
Mas e as ruas (muitas, muitas, muitas) que ficaram alagadíssimas?
Até Copacabana, Leblon e Gávea, que são bairros nobres da zona sul ficaram debaixo de água. Tetos de alguns shoppings chegaram a ter parte desabadas, sem feridos.

Eu saí do trabalho ás 19:10h e cheguei em casa ás 23:30h!!!!!
Isso porque de onde eu pego o 2º ônibus para vir para casa, eu levo apenas 15 minutos para chegar!!!!
Quando eu desci do 1º ônibus o temporal desabou, como eu não sou louca de andar debaixo de temporal, resolvi me abrigar numa lanchonete. 
Só que a ilustre saída 7 da linha amarela é simplesmente uma bacia. Que enche em poucos minutos de chuva, assim como diversos outros pontos da cidade maravilhosa (?).
Em alguns minutos estava eu na lanchonete com água até o meio da canela.
Resolvi ir para o ponto de ônibus que ficava um pouco mais acima, lá eu fiquei, sei lá, mais de 2 horas esperando, pois devido as fortes chuvas e tudo debaixo d'água, diversos ônibus ficaram empacados em vários lugares.

Era um cenário de impotência. Tudo parado. A tal "bacia" cheia d'água. Ônibus parados com água até a altura da roda. Não dava nem para "escapar" de táxi, nem a pé, nada
Quando eu finalmente peguei o ônibus, ele parou um pouco adiante, novamente impedido pela água. Felizmente encontrei uma moça que faria o mesmo trajeto que eu, resolvemos descer do ônibus e fazer o trajeto a pé. Algumas boas partes dos cantos das ruas não estavam cheios, só elameados, então dava passar sem ir nadando. Meu pé já estava encharcado mesmo....


Isso é na Avenida Brasil, mais ou menos perto de onde eu moro. Na Brasil formam-se uns bolsões de água enormes, que muitas vezes impedem os carros de passar. Se os carros pequenos não passam, os ônibus empacam também.


Isso foi o metrô na Tijuca. Dá para acreditar?
E muitas estações da Super Via enchem também, ficam até pior que isso aí....

Resumo:
A população tem culpa?
Sim, duplamente. Porque é PORCA e enche de lixo as ruas e rios da cidade, aí  a gente só vê quando tudo enche e transborda. E porque vota sempre nos mesmos inúteis que não fazem nada. Porque a culpa também é deles. 

Os ilustres prefeito e governador estão em seu segundo governo. Essa situação existe na cidade há anos (muitos mesmo) e eles são apenas mais dois políticos a não fazerem nada.

Esse é o Rio de verdade. Que venha a copa e a as olimpíadas!  

Obs: Para quem não conhece, a saída 7 da linha amarela, fica em Higienópolis, pertinho de Bonsucesso. É um entroncamento que liga diversos pontos da cidade pela via expressa. Indo e vindo para a Barra, Avenida Brasil e para os dois lados de Bonsucesso

  1. Morei na Pavuna até meus 7 anos, mesmo sendo outra época eu sei bem o que é o Rio.
    pior que, mesmo não querendo fazer propaganda negativa, as vezes comento coisas com as pessoas e eles simplesmente não acreditam. Tem mesmo quem acredite que Rio é um eterno cartão postal lindo o tempo todo.
    Mesmo assim tenho pensado em morar novamente na cidade, tô procurando alguma companhia de teatro pra semestre que vem me apresentar na 'cidade maravilhosa'.

    Bom fds
    =^.^=

    ResponderExcluir
  2. Olá Flor... Gostei muito do seu blog, tanto q já tô até te seguindo. Dar uma passadinha lá no meu bloguinho, e se quiser me seguir também pode ficar á vontade, pois será um grande prazer ter sua companhia lá!

    Beijinhos Carinhosos!
    Ana Patricia
    http://casinhacorderosapink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Rê
    O Rio tava mesmo um caos...
    Eu estava conversando com a Maria do blog M de Maria para nós cariocas blogueiras fazermos um encontro o que você acha? ela achou bem bacana.... e aí, você topa?
    bjos

    Blog Pesquei na net

    ResponderExcluir
  4. Oi Rê!
    Essa é a verdade que nem todos presenciam e vivem mesmo.
    Quando trabalhava no Jardim Botânico fiquei presa vários vezes até quase 22h, e já passamos uma madrugada por lá, só fui embora as 14h o dia seguinte!
    Estou falando de zonal Sul e bairros nobres, para ver que acontece em todo lugar mesmo, como você falou!
    Quando conseguia chegar na Praça XV outra novela, já vi ruas cheias com ratos pra lá e pra cá, uma nojeira, quem tem coragem de 'entrar' em águas assim.
    Já sofri muito com essas chuvas e inundações,
    Me pergunto também, o que será do Rio com os grandes eventos.
    Pois as áreas inundam - como a Praça da Bandeira - bem pertinho do Maracanã, desde que o mundo é mundo!!!
    E só agora estão fazendo obras.
    É triste mesmo, e concordo também com a parcela de culpa da população, pois a quantidade de lixo é absurda!
    O que é um pena ...
    bjs, ótimo finde!
    Que seja mais calmo.

    Trovões ao longe por aqui, acho que teremos muita chuva em breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho coragem de entrar nessas águas, tanto é que vi gente quase nadando, onde nem os ônibus estavam passando e fiquei lá calmamente esperando.... fazer o quê, não é mesmo?
      bj

      Excluir
  5. Oi Rê,
    Acho que nós blogueiras temos a liberdade de falar sobre coisas da vida além das inspirações... textos assim nos fazem pensar, refletir e questionar. Concordo qdo diz a população tem sua parcela de culpa. Vejo mtas pessoas reclamando, mas que mtas vezes não se acanham em jogar um papel de bala no chão... afinal, é apenas um papel de bala. Triste!!
    Enfim... eu ainda continuo acreditando que um dia tudo será diferente... mas para isso é preciso uma parceria entre governo, população e bom senso - cada um fazendo a sua parte.

    Bjs e bom domingo!!

    ResponderExcluir
  6. Minha amiga, entendo perfeitamente sua indignação.
    Seu relato me lembrou mto qdo eu mora em Guarulhos e trabalhava em S. Paulo, no período de chuva era sempre a mesma estória, uma tragédia.
    Temos mesmo que mostrar tudo o que acontece, seja boa ou ruim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Rê! Vim agradecer sua visita ao meu blog! Queria te dizer que eu AMO minha cidade, o Rio é uma cidade maravilhosa mesmo, mas infelizmente os cariocas não são. Eu tenho muita tristeza de ver o que acontece nessa cidade. Eu morava perto da Central ano passado, e não poucas vezes - aliás, acho que era diariamente - eu via homens fazendo xixi no muro do Campo de Santana e próximo o terminal da Central, fezes nas calçadas, pessoas cortando as grades de segurança que foram postas naquela região para evitar os constantes atropelamentos de pessoas que atravessam fora do sinal. Eu te digo, por mais que o governo tente solucionar alguns problemas, sempre há quem venha destruir tudo. Muitas vezes vi funcionários da Comlurb drenando lixo dos bueiros, mas logo tem sempre alguém jogando lixo no chão. Dos ônibus, dos carros, transeuntes, dentro dos trens o que você mais vê é gente comprando balinhas dos ambulantes e jogando papel no chão. O carioca (generalizando, por ser a maioria) não se preocupa com o ambiente onde vive, não tem educação, nem respeito pelos outros.

    E nesse dia da tempestade eu estava dirigindo meu carro em direção a Campo Grande, na Av. Brasil. A tempestade começou de repente e em poucos minutos a pista estava toda alagada, e não se via nada à frente. De Realengo em diante, até o Parkshopping Campo Grande não tinha luz, nenhum sinal funcionando! Mas tinha muitos funcionários da CET-Rio organizando o tráfego. Então eu repito: alguns serviços funcionam bem, mas não devemos pensar que não possam falhar, pois tudo é interconectado. Um serviço depende do outro para funcionar, e todos estão para nos atender. E nós deveríamos contribuir para seu bom funcionamento, reivindicar a qualidade deles tendo consciência de que fazemos nossa parte.

    Falei demais. Mas diante dessas situações sinto uma grande vontade de fazer o Rio ver que não pode ser maravilhoso com a população que tem. :(

    Beijinhos! Flávia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia, que bem que quando vc precisou, vc teve um bom retorno, mas nem sempre isso acontece. Nesse caos desse dia, com várias ruas embaixo d'água, não vi nenhum funcionário de nenhum órgão da prefeitura, nem mesmo da CET-RIO, mas isso foi somente aqui em Bonsucesso, não sei em outros pontos.
      bj

      Excluir
  8. Re
    vc pode me explicar? eu coloco seu blog na minha lista de blogs,
    É por ali que comento todos eles, mas o seu desaparece. Já coloquei várias vezes.
    minha memória já não é de 20 anos, triplique isso. Então quando sumo é por isso. aquela lista não funciona.
    Eu vou colocar novamente, e ficar vigiando.
    Eu sou de S.P.mas moro no R.J, quando tiver encontrinho me convide. Vi que a Maria e a Carmem estão cogitando sobre isso.
    Sobre o texto, nesse dia da chuva, meu marido veio da Praia do fFlamengo a pé, amarrou sacos plásticos nas pernas e nos pés, tirei foto dele. Estava tragicômico. Teve que esperar a água baixar.As ruas inundadas, duas mulheres morreram no largo do Machado e Catete. Eu estava em casa aflita.
    Entendo tudo o que você escreveu, e relendo os comentários as amigas ja disseram tudo.as cidades estão caóticas, todas elas. Nosso país precisa de reformulação urgente e de vontade política para consertar o estrago.
    beijos e boa noite
    Zizi

    ResponderExcluir

Olá a todos que visitam o Casa da Rê. Adoro seus comentários.
Se você gostou comenta aí, que eu vou ficar muito feliz.
Se você tem blog, pode me esperar que com certeza irei retribuir a visita.
Se não tem blog deixe seu e-mail que irei retribuir também e agradecer da mesma forma.
Seja muito bem vinda pois a casa é nossa!!!!!!

" Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso." - Charles Chaplin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...