Texto de Veríssimo


Adoro essa!

Aprenda a chamar a polícia...


Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa. Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro. Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado, mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali, espiando tranquilamente.



Liguei baixinho para a polícia, informei a situação e o meu endereço.



Perguntaram-me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa. Esclareci que não e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.



Um minuto depois, liguei de novo e disse com a voz calma:



— Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago danado no cara!



Passados menos de três minutos, estavam na minha rua cinco carros da polícia, um helicóptero, uma unidade de resgate, uma equipe de TV e a turma dos direitos humanos, que não perderiam isso por nada neste mundo.



Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara de assombrado. Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa do Comandante da Polícia.



No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:



— Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.



Eu respondi:

— Pensei que tivesse dito que não havia ninguém disponível.


Luís Fernando Veríssimo



  1. Vou ter que copiar!! pior que deve ser bem assim mesmo. quando precisamos nada de ajudarem :/

    Bom fim-de-semana :)

    ResponderExcluir
  2. PERFEITO!!!!!!Amei o texto amiga.
    Bjinhus ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Rê!
    Sensacional o texto! Eu não o conhecia, mas achei incrível. Veríssimo é muito irônico, né? haha Adoro este temperinho que ele dá à vida.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Rê!
    rs
    É por aí mesmo...
    Nuca grite 'ladrão', grite 'fogo' rs
    Adoro Veríssimo!!!
    bjs, ótimo finde!

    ResponderExcluir
  5. Menina que coisa de louco heim, mas
    tem que ser assim mesmo, senão que
    tipo de segurança teremos
    Mas o texto é valioso e gostei do post
    Incrível
    Abraços com carinho
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  6. Boa,boa, boa !O Verissimo é demais !
    O pior é que é meio assim mesmo,né?
    Bjim

    ResponderExcluir

Olá a todos que visitam o Casa da Rê. Adoro seus comentários.
Se você gostou comenta aí, que eu vou ficar muito feliz.
Se você tem blog, pode me esperar que com certeza irei retribuir a visita.
Se não tem blog deixe seu e-mail que irei retribuir também e agradecer da mesma forma.
Seja muito bem vinda pois a casa é nossa!!!!!!

" Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso." - Charles Chaplin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...